Os arquivos de javascript não puderam ser carregados.
logo
Olá seja bem-vindo! | Quinta-Feira, 24 de Julho de 2014
 

/ Intercessão /



Publicado no dia 18/01/2006 | 13:56:08

Orientações Básicas para o Ministério de Intercessão na RCC

O dom da intercessão é inerente a todo o cristão, pois pelo sacramento do batismo, somos inseridos no Corpo Místico de Cristo e participamos das mesmas funções de sacerdote, reis e profetas de Nosso Senhor Jesus Cristo. Portanto buscaremos conscientizar todos os participantes dos grupos de oração a assumir seu papel de intercessores (na oração pessoal e participando das missas) junto a Jesus Cristo, único mediador entre Deus e os homens.
Ainda, na RCC, Deus chama alguns a permanecer na brecha (cf. Ez 22,30), ou seja, pessoas que, vivendo o Batismo no Espírito Santo e exercendo os carismas, sejam discernidas e chamadas (pelo núcleo junto com o coordenador do grupo de oração) a atuar na equipe de serviço do ministério de intercessão do grupo.
A formação divulgada pelo Ministério de Intercessão Nacional tem como missão, levar os chamados a participar dessa Equipe/Ministério de Intercessão dos grupos de oração de todo o Brasil:

• A viverem a graça do Batismo no Espírito Santo com todas as suas conseqüências em suas vidas, exercitando os carismas não só na oração pessoal como nas reuniões da Equipe de Intercessão.

• A crescerem no ministério (que é verificado pelo exercício continuado de um carisma - cf. Doc 62 da CNBB nº 82,83 e 87), exercitando uma intercessão profética (na equipe e individualmente), onde por uma vida de oração pessoal, vida sacramental e vivência na palavra de Deus, possam escutar Deus diante das situações que são apresentadas para interceder, como ele quer que seja orado e de que forma.

• Buscarem a Santidade, meta de todo o Cristão.

Funcionamento dentro do Grupo de Oração: A Equipe/Ministério de Intercessão é participante do grupo de oração, lá eles louvam, cantam e participam do grupo normalmente como qualquer participante. Os Membros da Equipe de Intercessão que também fizerem parte do Núcleo poderão conduzir/dirigir o grupo, pregar, etc., conforme for discernido na reunião de Núcleo.
A reunião da Equipe/Ministério de Intercessão acontece em outro dia de preferência, diferente do dia do G.O., onde os intercessores aí farão as orações específicas, orando pela caixa de pedidos, as intenções do grupo, etc.
Não existe local definido para a reunião da intercessão, desde que haja privacidade onde ela for feita e não se fique mudando com freqüência de lugar.

Funcionamento a Nível Diocesano, Estadual, Nacional: Os ministérios são serviços prestados e vivem em função dos grupos de oração da RCC, assim sendo, poderá haver representantes/coordenadores do ministério de intercessão prioritariamente diocesanos e Estaduais, ou fazendo-se necessário por cidades dentro de uma diocese.
Ficará a cargo do Coordenador da Intercessão Estadual passar a formação, vinda do Nacional, para os diocesanos e os mesmos na suas dioceses ou cidades conforme a facilidade de locomoção dentro desta. Esses coordenadores, por serem cargos de confiança, são escolhidos pelo Conselheiro Estadual e/ou pelos Coordenadores Diocesanos respectivamente, tendo como alguns pontos de discernimento: pessoas que sejam participantes/servos de grupo de oração, de preferência que já tenham passado pelo módulo básico da Paulo Apóstolo e que não só exerçam o ministério, mas que tenham o dom da liderança e o ministério de formação.
Os Coordenadores do Ministério de Intercessão deverão encaminhar para apreciação/aprovação do Coordenador Diocesano ou Estadual, todas as atividades que forem fazer (exemplo: encontros, chamar pregadores de fora, etc.). Todo coordenador de ministério é submisso a coordenação estadual/diocesana ou de cidades!
No grupo de oração, pelo menos um membro da Equipe/Ministério de Intercessão deve fazer parte do Núcleo, sendo a pessoa de ligação entre ele e a Equipe/Ministério.

Meta para o ministério: Todos os grupos de oração possam ter Equipes/Ministérios de Intercessão que sejam verdadeiramente carismáticas!
Após ter feito Seminário de Vida no Espírito Santo, Experiência de Oração e Dons e Carismas, os servos do ministério de intercessão devem buscar a formação contínua. Eles devem fazer o módulo básico da Escola Paulo Apóstolo e posteriormente os 03 (três) encontros específicos do ministério de intercessão, bem como de outros ministérios que tiver oportunidade, principalmente de cura e libertação.

• Pontos para se trabalhar no ministério de intercessão:

1. Motivar a vida de oração pessoal (dando subsídio de livros e principalmente exercícios espirituais). A Adoração também deve ser motivada.

2. Conhecimento e vivência da Palavra (Sagrada Escritura): A lectio divina como auxílio tanto para a oração quanto para o aprofundamento espiritual na Palavra.

3. Vida sacramental, buscando a eucaristia diária e a confissão freqüente.

4. Aprofundar-se cada vez mais no mistério de redenção de Jesus Cristo, o definitivo intercessor diante de Deus (Aprofundar a carta aos Hebreus).

5. A obra do Espírito Santo, que intercede em nós e por nós (texto de referência Rom 8,26-27). Exercício dos carismas, para o desembaraço na intercessão exercendo uma intercessão profética.

6. Atuações distintas do ministério de intercessão e ministério de oração por cura e libertação, devendo, contudo trabalhar em unidade.

7. Divulgar a Rede Nacional de intercessão para fomentar a unidade no Brasil na intercessão e ser também um mecanismo de formação na espiritualidade do intercessor.


Vicente Gomes de Souza Neto
Coordenador Nacional do Ministério de Intercessão na RCC

 










RCC Brasil 2005-2010 © Todos os direitos reservados  -  Escritório Administrativo da RCC do Brasil